Saúde

6 dicas para acabar com a retenção de líquido e desinchar

Está se sentindo cada vez mais inchado e não sabe por quê? Seu corpo pode estar retendo líquido. Isso mesmo! O que acontece é que algumas pessoas passam por uma alteração metabólica que ocasiona o acúmulo de água entre as células, o que ocasiona o inchaço. Geralmente as partes mais afetadas são abdome, rosto, mãos, braços e pernas.

Uma dica simples para saber se você está retendo líquido é, por alguns minutos, apertar um dos dedos no tornozelo e depois verificar se ficou alguma marca. Caso essa pressão deixe uma leve ou considerável depressão, você pode estar retendo líquido.

Veja abaixo o que pode favorecer a retenção e saiba como algumas mudanças no seu dia a dia podem ajudar a combater o inchaço:

1. Reduza o sal dos alimentos

O sal atua como um controlador da água entre as células. Muitas vezes ele é considerado o grande vilão quando o assunto é a retenção de líquido, mas poucos sabem que ele é fundamental para manter o equilíbrio da quantidade de líquidos no organismo.

O problema é o excesso. Quando se consome sal demais, retém-se muito líquido e isso acaba forçando os vasos sanguíneos, o que pode elevar perigosamente a pressão arterial.

O indicado é, ao preparar os alimentos, substituir o sal por ervas com orégano ou salsinha. Da mesma forma, é importante evitar o consumo de alimentos enlatados, embutidos ou processados, que geralmente possuem alta quantidade de sal em sua composição.

2. Beba mais água e chás

Beber bastante água só vai lhe fazer bem! Substitua todas as demais bebidas por água e vai perceber uma grande diferença no funcionamento dos seus rins e consequentemente do seu organismo.

O corpo está preparado para guardar apenas o líquido necessário para que você não desidrate. O excesso é expelido. Portanto, água significa saúde, sem retenção de líquido. Procure beber, no mínimo, 2 litros de água por dia.

Além da água você também pode consumir chás. Eles têm efeito diurético, ou seja, eliminam através da urina as toxinas e excesso de líquidos que pode haver em seu corpo. Entre os chás que apresentam melhor efeito diurético estão o chá-verde, hibisco e gengibre.

3. Faça drenagem linfática

Os movimentos realizados durante a drenagem linfática ajudam a eliminar o excesso de líquidos do corpo. É uma das técnicas mais recomendadas e utilizadas para ajudar a resolver o problema.

Ela pode ser manual ou mecânica, realizada em clínicas de estética ou por profissionais independentes. O recomendado é realizar de 3 a 5 sessões por semana.

Na drenagem manual há também o efeito modelador devido a realização dos movimentos repetitivos e intensos que ativam a circulação sanguínea e dilatam os vasos, já que há o aquecimento da região em função da massagem. Com a drenagem linfática as gorduras se tornam mais solúveis e há mais fluidez dos líquidos do corpo, ou seja, eles circulam melhor pelas linfas.
Os líquidos e toxinas são levados para os gânglios da virilha, axilas e pernas.

4. Pratique exercícios

Ao praticar exercícios físicos contraímos músculos importantes como pernas, glúteos e braços e, com isso, forçamos o processo de eliminação de líquidos pela urina. As atividades aeróbicas são mais indicadas, como: pular corda, andar de bicicleta com marcha pesada, caminhar rapidamente ou correr são algumas das atividades que vão ajudar nesse processo.

5. Substitua o anticoncepcional

Também é comum ouvirmos que alguns anticoncepcionais causam a retenção de líquidos. E isso é verdade. Esse pode ser um efeito colateral do remédio e depende do tipo de hormônio que ele possui, ou seja, não se trata de um problema causado por todos os anticoncepcionais.

O adequado é conversar com o seu médico. Ele vai orientá-la sobre a melhor alternativa para o seu organismo: substituir esse método contraceptivo por outro, trocar o anticoncepcional, realizar exames para averiguação, entre outros.

6. Evite ficar muito tempo parado na mesma posição

Não fique muito tempo na mesma posição, seja de pé, sentado ou com as pernas cruzadas. Contraindo, os músculos da panturrilha bombeam o sangue de volta para o tronco. Quando esse ciclo não acontece corretamente, o inchaço aparece.

Para não sofrer com o problema, levante-se algumas vezes durante o dia para que o sangue possa circular melhor. Não esqueça de beber bastante água e massagear os pés quando necessário. Além disso, recomenda-se colocar os pés e pernas para o alto no fim do dia. Isso vai melhorar a circulação e aliviar os sintomas do inchaço.

Lembre-se: nem sempre a retenção de líquidos é algo grave. Mas caso não note nenhuma melhora com as dicas acima, procure um médico. Essa retenção também pode ser causada por doenças cardíacas ou renais que exigem tratamentos mais específicos.

As informações deste post foram importantes para você? Assine a nossa newsletter e receba novidades sobre saúde, beleza e bem-estar.

Comentários
Compartilhe nas redes sociais:
One comment
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *