Bem-EstarSaúde

Saiba como amenizar o sintomas da menopausa

Algumas mulheres, quando atingem a faixa etária próxima aos 50 anos, começam a sentir os primeiros sintomas e desconfortos da menopausa. É importante destacar que, apesar do impacto não tão positivo sobre a qualidade de vida da mulher, hoje já é possível diminuir o impacto dessas mudanças, ocasionadas por alterações hormonais.

A menopausa é um processo fisiológico que, geralmente, começa um ano após a última menstruação e que é inevitável na vida das mulheres. Por volta de cinco anos antes da menopausa, acontece a chamada perimenopausa, que é quando os níveis de estrogênio do corpo caem. O estrogênio é um hormônio produzido pelos ovários.

A menopausa é um fenômeno que se intensifica gradativamente, começa com uma irregularidade menstrual e, então, iniciam-se os primeiros sintomas.

Os sintomas mais comuns

Um dos principais sintomas da menopausa é a manifestação do calor acima do normal. De acordo com profissionais do Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia (IEDE) esse sintoma atinge 75% das mulheres, sendo que 25% delas dizem que isso acontece de forma intensa chegando a interferir na qualidade de vida.

Além do calor, a insônia, oscilações de humor, irritabilidade, ansiedade e até depressão são outros sintomas que podem ser percebidos. Assim como o ressecamento e perda da elasticidade do órgão genital.

A osteoporose também é mais comum em mulheres nesta idade. Isso acontece porque os ovários param de produzir estrogênio, o que colabora para a perda de cálcio e Vitamina D no organismo. A pele e os cabelos sofrem com o ressecamento, já a elevação do colesterol e glicose no organismo facilita a formação de gordura na região do abdômen.

É possível tratar a menopausa?

Como falamos acima, a redução de hormônios tende a manifestar sensações que afetam a qualidade de vida das mulheres, mas a ingestão de alguns alimentos, como a linhaça, pode aliviar os sintomas da menopausa.

Avaliações feitas pela USP, mulheres na pós-menopausa tiveram os sintomas da menopausa significativamente reduzidos após comerem pães feitos com farinha de linhaça no lugar de farinha de trigo. Essas mulheres admitiram não sofrer tanto com o calor excessivo quanto antes e suas peles ficaram menos ressecadas.

Hoje as possibilidades são maiores e a linhaça também pode ser consumida através de cápsulas de suplementos alimentares. Utilizada como uma ótima alternativa para reposição hormonal, o óleo de linhaça, extraído da semente da planta Linum usitatissimum, é rico em ácidos graxos, ômega 3, sais minerais e também vitamina A.

Entre suas principais funções no organismo estão o tratamento de sintomas de calor acima do normal, ressecamento vaginal, irritabilidade e problemas de pele. Resumindo: é possível sim aliviar os sintomas negativos da menopausa, inclua o óleo de linhaça em sua alimentação e desfrute o melhor da sua qualidade de vida.

 

Comentários
Compartilhe nas redes sociais:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *